Home Exchange ou Troca de Casas

3, Out 2017 em Estilo de Vida, GEA Construtora | 0 comments

TrocadeCasasGEAUma tendência para quem gosta de viajar, e ficar mais próximo da realidade cultural do local é a troca de casas. Nessa modalidade, você oferece sua casa para um hóspede de outra localidade, e você fica na casa dele, podendo acontecer tanto em viagens no Brasil como exterior. Essa novidade é interessante principalmente para quem tem residência em algum local de interesse turístico, já que para haver a troca é preciso existir um interesse mútuo na troca de residências. Imagine você tirar férias em Paris, e não ter nenhum gasto com hospedagem? E ainda vivenciar a casa de um morador local?

Devido à beleza e atrativos turísticos de Itapema, quem tem um imóvel na Cidade é um candidato em potencial desse tipo de hospedagem. Assim como no filme O Amor Não Tira Férias (The Holiday), em que Kate Winslet e Cameron Diaz trocam de casas por uma semana, existem sites especializados no chamado “intercâmbio de residências”. Abaixo 5 deles para você se aventurar:

GuestToGuest – O site oferece duas opções para quem quer se hospedar de maneira quase gratuita em mais de 187 países. A primeira opção é a troca recíproca, em que o participante oferece sua casa em troca de outra. Outra opção é através de “Guest Points”. Imagine que alguém quer ir a Berlim mas o dono da residência não quer ir para Curitiba. Nesse caso, a pessoa te hospeda em troca de Guest Points, que são pontos que a pessoa utilizará quando quiser ser hospedado em outro local. Apesar de não cobrar uma taxa anual, a GuestToGuest pede 3,5% da taxa de caução. A verificação da identidade, que é uma ferramenta de confiança que garante a identidade de um membro, custa 25 euros.

Troca Casa – São mais de 50 mil opções de imóveis em 150 países e a taxa anual custa R$ 230. Se a pessoa não fizer uma troca durante o seu primeiro ano, o site oferece um segundo ano gratuito.

Love Home Swap – O site oferece 65 mil casas em cerca de 160 países, como Inglaterra, Austrália, Estados Unidos, França, Holanda e Tailândia. Assim como o GuestToGuest, tem programa de pontos e conta com um depósito que protege a casa contra acidentes causados por terceiros. Mensalidade varia de US$ 20 e US$ 34 (com diferentes benefícios).

Home for Exchange – Oferece residências nos Estados Unidos, Canadá, França, Rússia, Japão, Tailândia e outros 150 países. O site oferece 10 dias de uso grátis. A partir daí, passa a cobrar uma taxa anual de US$ 64,50.

Home Base Holidays – Oferece residências para serem trocadas em todos os continentes. Disponibiliza o serviço gratuitamente nas primeiras duas semanas. Depois cobra uma taxa semestral de US$ 35 ou, anual, de US$ 59. Se a pessoa não conseguir fazer uma troca de casas, o segundo ano é gratuito.

chave-2.jpg.pagespeed.ce.J-qAVde6Jz

Para saber um pouco sobre troca de casas, clique no link abaixo e acesse o depoimento da repórter Renata Monti do Jornal o O Globo, que experimentou e aprovou a experiência:

https://oglobo.globo.com/boa-viagem/ferias-com-troca-de-casa-topa-4747974

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*